No sertão brasileiro , 12 milhões de pessoas vivem com menos da metade da quantidade de água recomendada pelas Nações Unidas. A região, que abriga 28% da população brasileira, só possui 3% da água disponível . Para ter acesso à água potável, muitas pessoas dependem de caminhões pipa, geralmente fornecidos por doadores.

Historicamente, as regiões que atendemos abrigam umas das mais esmagadoras pobrezas do país, e seus habitantes  convivem com uma seca crônica que leva a morte de centenas de pessoas por ano. A seca e a fome ainda são uma realidade na região.

Uma das cidades sertaneja já foi considerado o município de pior IDHM de todo território nacional.

Em Manari, 113 famílias usam água suja para beber e para e para higiene. Devido a seca, muitos moradores andam dezenas de quilômetros diários em busca de água. Essa realidade atenta contra a dignidade  humana, e por isso, queremos transformar a vida dessas 113 famílias que vivem nessa situação de extrema pobreza. Um total de cerca de 800 moradores beneficiados por cada poço.

BENEFÍCIOS DO PROJETO:

  1. Melhora das condições sanitárias e de higiene;
  2. Melhora daqualidade de vida e mínimo de dignidade;
  3. Manuteção da lavoura, pricipal atividade dos moradores da região;
  4. Enfrentamento da problemática da fome com a platação do próprio alimentos através da irrigação;
  5. Diminuição das doenças adquiridas pelo uso de água não tratada;
  6. As escolas poderão oferecer um serviço de melhor qualidade para os alunos, consequentemente melhora no ensino;

CARACTERÍSTICAS DO POÇO A SER PERFURADO:

  • Aproximadamente 150 m de profundidade;
  • Limpeza com compressor;
  • Sistema de bombeamento da água com filtro;
  •  Análise físico-química e bacteriológica

Confira alguns vídeos

Campanha já realizada para perfuração dos poços

Primeiro poço perfurado no sertão